(12)3881-2311   (12)9916-1260 Radio Integração ao Vivo    
SAIBA O SIGNIFICADO DE 30 GESTOS CORPORAIS

SAIBA O SIGNIFICADO DE 30 GESTOS CORPORAIS

Quando um fumante sustenta o cigarro pela extremidade dos dedos, transmite a ideia de que é uma pessoa elegante e refinada.

As pupilas da pessoa se dilatam quando ela está excitada, quando vê algo interessante ou que lhe agrada. Quando vê algo que lhe é desagradável, as pupilas se contraem.

Os olhos ajudam a impor respeito. Fitando diretamente uma pessoa nos olhos e não desviando-o para baixo ou para os lados, estamos dizendo que não temos medo dela.

Olhar fixamente para o nosso interlocutor enquanto ele estiver falando significa também atenção e é lisonjeador. Conversar com alguém olhando “muito de lado” pode significar que não há acordo com o se diz.

Quando alguém que está falando olha muito de lado, quer dizer que não tem muita segurança no que diz. Se desvia o olhar para cima, está tentando encontrar respostas.

Pessoas que não olham para nós quando estão ouvindo ou falando, estão tentando esconder alguma coisa. Se desviam o corpo para os lados, provavelmente querem encerrar a conversa e sair dali.

As pessoas costumam desviar o olhar no momento em que o interlocutor faz perguntas/propostas incômodas. Se a deixar numa posição defensiva, o seu contato visual aumenta dramaticamente.

Pessoas que usam roupas fora de moda podem estar querendo dizer que não se interessam por moda ou não tem vidas sociais muito agitadas. Podem também transmitir a ideia de conservadorismo.

Quando duas pessoas agem em sincronia – muitas vezes repetindo os mesmos gestos – mostram simpatia mútua e deixam entrever que possuem ideias em comum.

Se dois amigos ou cônjuges estão caminhando lado a lado, mostram que estão em pé de igualdade. Se um deles estiver na frente, pode estar conduzindo a outra ou estar com mais pressa.

Um anfitrião numa festa tem gestos expansivos e abertos, enquanto os convidados são mais reservados. Anfitriões normalmente conversam com todas as pessoas.

Duas pessoas em uma situação competitiva sentam-sem frente a frente. Se a expectativa for de cooperação, sentam-se lado a lado.

Se uma pessoa estiver um pouco inclinada para a frente e à vontade, demonstra simpatia com seu interlocutor. Se estiver com alguém de que não gosta, ficará dura e tensa.

As pessoas que passam a mão no cabelo, aprumam os óculos e estão sempre ajeitando as vestes durante uma festa, indicam que estão tentando se socializar.

Quando alguém cruza os braços antes ou durante uma conversa, está demonstrando insegurança ou “fechando-se” para o interlocutor.

Ao cruzar os braços na frente dos seios, a mulher pode ser tomada como tímida, fria ou “fechada”. Se os braços estiverem abertos, pode ser vista como mais aberta e acessível.

Aperto de mão. A mão branda é sinal de pouco dinamismo. Se o aperto de mão é acompanhado de um desvio da cabeça ou do olhar, indica indica falta de interesse ou recusa. Mãos umedecidas podem indicar timidez e natureza complexa.

Se duas pessoas mantém uma distância superior a 70 centímetros uma da outra durante um encontro, estão evitando intimidade. Já uma distância muito próxima pode sugerir intimidade.

Esfregar os olhos, lamber os lábios e coçar-se são sinais de que a pessoa pode estar mentindo quando conta uma história.

Quando alguém cruza as pernas e mexe o pé num movimento de leve balanço, indica que está entediado com a situação. Balançar os pés rapidamente é sinal de ansiedade.

Sentar com uma perna sobre o braço da cadeira significa que, apesar da posição descontraída, a pessoa não é cooperativa. Ela é geralmente indiferente ou mesmo hostil aos sentimentos ou necessidades de outras pessoas.

Sentar ereto e utilizar as costas da cadeira como apoio. Apesar da aparente informalidade, a pessoa está demostrando domínio ou agressividade. E como pôr as pernas sobre a escrivaninha.

Sentar na beira da cadeira. Executivos e homens de negócio costumam fazer este gesto quando estão se preparando para chegar a um acordo, cooperar e aceitar algo. É um gesto indicativo de ação.

Pessoas que tomam atitude semelhante a do Pensador de Rodin, com o rosto apoiado na mão, estão envolvidas em alguma reflexão. Se coçam levemente o queixo com um dos dedos, provavelmente estão avaliando algo de maneira bastante crítica.

Quando dois interlocutores mantém as pernas cruzadas durante uma negociação, estão dando a entender que estão em desacordo. Se um deles de repente cruzar os braços, indicará que é realmente um grande opositor.

Quando alguém está falando no ouvido de outra em toma baixo e olhando para o nada, está provavelmente revelando alguma coisa.

Mãos cerradas e olhar sempre desviado para o nada significam irritação. Se tais gestos forem acompanhados de atitudes bruscas, indicam agressividade.

Caminhar de um lado para o outro. Muita gente recorre a este maneirismo quando está tentando resolver um problema muito difícil ou tomar uma decisão de grande complexidade. Em muitos casos, pode também demonstrar ansiedade.

Jogar os cabelos para trás é sinal de que a pessoa está tentando levantar a própria moral. Amassar ou enrolar cabelos longos entre os dedos pode indicar impaciência.

Observação: os gestos podem variar de acordo com o sexo, a idade e a cultura do indivíduo. E convém sempre prestar atenção na sua “cadeia de gestos”, que é muito mais eficiente do que analisar cada gesto isoladamente.

SOCIAL

Ultimas Notícias

Pimenta de Cheiro Homeopatia