(12)3881-2311   (12)9916-1260 Radio Integração ao Vivo    
8 erros que cometemos na hora de tomar vinho

8 erros que cometemos na hora de tomar vinho

➤ Temperaturas abaixo de 0º

A cultura dos brasileiros é apreciar sempre bebidas extremamente geladas, a fim de enfrentar as altas temperaturas. Fazemos isso com a cerveja e, por isso, achamos que os vinhos necessitam do mesmo tratamento. Como a produção dos vinhos é realizada de uma forma mais criteriosa, não é recomendado que a bebida seja servida muito fria, já que as baixas temperaturas podem anular o verdadeiro sabor da bebida – o que já acontece com as cervejas. Por isso, confira sempre as temperaturas ideias para cada vinho e opte em deixá-los em um balde com gelo, caso esteja degustando um vinho branco ou espumante.

 

➤ Tomar vinho em qualquer copo

Para começo de conversa, vinho se toma em taça e ponto final. Essa não é apenas uma simples exigência ou questão de etiqueta, os vinhos quando degustados em suas respectivas taças oferecem uma degustação mais privilegiada, com aromas e sabores que não seriam encontrados em um copo, por exemplo.

No entanto, vale lembrar que cada bebida também pede uma taça apropriada, já que seu formato e material também são elementos importantes para realçar a degustação.

 

➤ Encher a taça até a boca

Preencher a taça sem exagerar na quantidade não é uma questão de economia na hora de tomar vinho! Antes de cometer esse erro, pense o quanto a taça ficará pesada até mesmo para você segurá-la de uma maneira confortável. O segundo motivo está relacionado a própria degustação, repare que toda cerveja precisa de um colarinho, assim como todo vinho precisa de um espaço para respirar melhor.

Além disso, para melhorar seu sabor, indica-se fazer movimentos circulares com a taça, para que as moléculas se agitem e consigam oferecer mais sabor. Claro que, com a taça transbordando será impossível realizar esse gesto ou até mesmo cheirar a bebida!

 

➤ Vinhos caros são os melhores

Sabe por que existem degustações a cegas? Simplesmente para que o valor do produto não influencie na decisão de quem está experimentando a bebida. Temos a tendência de acreditar que tudo que é caro é melhor, porém, esse conceito não funciona com os vinhos, já que existem diversas premiações de bebidas que poderiam ser compradas com uma nota de R$ 100,00 ou até mesmo R$ 50,00.

Por isso, antes de escolher um vinho porque ele possui um valor exorbitante, leia seu rótulo e descubra novas informações interessantes. Jamais comece a degustar vinhos escolhendo apenas os mais caros!

 

➤ Empurrar a rolha para dentro de vinho

Caso você queira assassinar a bebida está no caminho certo! Quem nunca tentou retirar a tampa de um vinho e teve a infeliz sorte de conseguir arrancar apenas um pedaço? Muitos já passaram por isso, entretanto, o ideal não é perder a cabeça e empurrar a tampa para conseguir tomar o vinho. Nesse momento, delicadeza é a chave para o sucesso, então, evite ao máximo fazer esse gesto.

Uma dica quando ocorrer de algum farelo cair no vinho é utilizar um coador de papel, logo após repasse a bebida em um decanter. Somente assim o vinho poderá oferecer seu sabor original sem alterações.

 

➤ Sacudir o champagne

Já falamos muito sobre esse assunto por aqui. Primeiramente, o champagne verdadeiro é aquela bebida fabricada na França, em uma cidade que contém o mesmo nome da bebida, já o restante é tudo espumante. Desvendado esse mistério, vamos falar sobre sacudir a garrafa para obter o famoso estouro. Apesar de ser uma tradição, principalmente nas comemorações do final de ano, esse gesto estraga a própria bebida por alguns motivos: o gás carbônico e as bolhas são perdidas nesse processo e o sabor alterado, além de perder parte de toda bebida – o que é um desperdício.

Mas se você tiver um motivo muito especial para comemorar, nunca faça isso com um champagne! Opte sempre por um espumante de valor mais acessível para não ter tantos prejuízos assim no bolso.

 

➤ Segurar a taça pelo bojo

Novamente estamos falando sobre tomar vinho em taças. É realmente impossível não falar sobre elas, já que são protagonistas de toda degustação, contudo, vamos reforçar sobre a importância de segurar corretamente uma taça na hora de tomar vinho. Sendo assim, procure sempre segurar a taça segurando suas hastes, assim você evita que suas mãos tenham contato com a bebida. Esse gesto é necessário, pois, o calor vindo do nosso corpo interfere na temperatura do vinho e, consequentemente, em seu sabor. Além disso, corremos o risco de deixar digitais na taça, o que também impedirá nossa análise visual da bebida – muito importante para perceber características peculiares.

 

SOCIAL

Ultimas Notícias

Pimenta de Cheiro Homeopatia